quarta-feira, 18 de novembro de 2009

Manhã n° 6935

Eu sempre tenho temas bem delimitados, mas especialmente hoje que eu acordei um ano mais velha, eu quero escrever sobre as inúmeras coisas que passam pelo meu coração. Eu sei que meus posts sao sempre melosos, sentimentais, mas eu não posso fazer nada se minha essência não é nada mais que isso.

Um dia em que a saudade de casa apertou, e que os votos de felicitações verdadeiros e irrelevantes chegam a torto e a direito, mas principalmente um dia que eu, particulamente, fico reflexiva, e mais que tudo admiro o quanto Deus fez na minha vida, o quanto eu tenho pessoas importantes ao meu redor, o quanto existem pessoas realmente essenciais. Mais do que receber votos de felicidade, eu sempre espero receber "os votos " de poucas pessoas em particular, na verdade aquelas que realmente importam, saber que pessoas torcem , e admiram algo em você às vezes é bom.

Eu nem queria falar muito sobre o dia de hoje, e como é estranho fazer 19 anos, mas parece inevitável. Diferentemente se todos os anos , hoje eu estou longe de casa , e da maioria dos amigos, mas é incrível como eles conseguem parecer estar pertinho , e como eles conseguem me fazer chorar com facilidade. Especialmente neste ano, eu parei pra pensar com todo o meu coração como Deus é bom pra mim, e sempre me alcança com a providência de cada detalhe da minha vida, e mesmo que alguém que leia não acredite, eu digo que Ele nunca me deixou faltar nada, e que principalmente me cerca de amor sempre.

Cada dificuldade, cada sonho que parece impossível, cada desanimo , Ele sempre me dá alguém que me ampare, e sempre me faz perceber que os meus sonhos, são os sonhos Dele pra mim, que meu coração não deve estremecer, porque Ele ta cuidando de tudo. Esse texto pode ta meio confuso, mas é exatamente como meu coração tá agora, com uma confusão de sentimentos, e com a certeza que cada coisa da minha vida Deus cuida , e sempre cuidou.

Um dia de sentir saudades, de sentir conforto, de se sentir feliz acima de tudo por mais um ano de vida, e que não é a toa que eu cheguei até aqui, e que meu caminho ainda é longo. Muitas manhãs de 18 de novembro ainda virão.


Hellen Priscila.

4 comentários:

  1. Belo texto, de um belo bebê!
    Parabéns pinxesa que gosta de biscoito! :*

    ResponderExcluir
  2. É sempre especial mesmo completar mais um ano de vida.
    Estar longe de casa não é fácil. Estou passando por isso.
    Nesse momento a família e os amigos são extremamente importantes.
    Espero que você tenha muita sorte nessa sua caminhada.
    :)

    ResponderExcluir
  3. eu fiz só dezoito. Cheiro a leite.

    ResponderExcluir